terça-feira, 6 de setembro de 2011

Réu confesso do assassinato do comerciante, Clesivaldo Nunes, assume que cometeu o crime sozinho.

Por Luis Carlos Júnior
Foto: Alexandre Cunha
Edição: Raimundo Sousa

video
Reviravolta no caso do assassinato do comerciante Clesivaldo Nunes dos Santos, conhecido como “Careca”, morto dentro do próprio estabelecimento no último final semana.De acordo com a policia civil, o principal acusado do crime, Ivanildo da Silva Ferreira – o “Cabeça”, em depoimento, descartou o envolvimento de Valdemir de Carvalho Nunes – “o Piaba” no homicídio do comerciante.  


“Cabeça” disse ainda, que matou Clesivaldo Nunes,  porque o mesmo estaria assediando a mulher dele, e que, a vítima o estaria ameaçando de morte por causa de uma dívida no valor de R$ 420,00. No local do crime, as marcas da violência, havia muito sangue espalhado pela casa. Clesivaldo Nunes foi morto com um tiro de garrucha disparado por  “Cabeça” , em seguida, o corpo foi arrastado até um poço, no quintal da residência, onde foi jogado.  
  

O acusado agiu sozinho, disse a policia.No local, muitos curiosos. A operação para a retirada do corpo da vítima do poço levou mais de duas horas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe um comentário: