quinta-feira, 17 de novembro de 2011

A cada dez segundos uma pessoa morre vítima do diabetes.

video


 

De acordo com as estimativas da Federação Internacional de Diabetes, vinculada à Organização Mundial da Saúde (OMS), a cada dez segundos, uma pessoa morre em decorrência da doença, em todo o mundo. No Brasil, segundo dados do Ministério da Saúde, existem aproximadamente 11 milhões de portadores. Pelo terceiro ano consecutivo, o objetivo da campanha global é a prevenção. 

O principal obstáculo no combate ao avanço da doença, segundo a federação internacional, é o desconhecimento da população sobre o diabete, que pode ser dividido em 2 grandes grupos: o Diabete Mélito insulino-dependente (DMID) ou diabete do tipo 01, e o Diabete Mélito não-insulino-dependente (DMNID) ou diabete do tipo 02, esse último, é o mais comum entre as pessoas e ocorre quando a taxa de açúcar eleva-se no sangue. 

Especialistas alertam para os sintomas mais comuns da doença: perda de peso, visão embaçada, sede excessiva, cansaço e vontade de urinar muitas vezes, infecções, fome exagerada e difícil cicatrização de feridas. Os principais fatores de risco são o histórico familiar com casos de diabetes, obesidade e o sedentarismo.

O diabetes tipo 2, não tem cura e quando não tratado o risco de o paciente ficar cego, sofrer um ataque cardíaco ou ter um membro amputado aumenta consideravelmente, por isso é importante que as pessoas se conscientizem sobre a necessidade de se praticar atividades físicas e manter uma alimentação saudável, rica em frutas, verduras e cereais.


Por: Fabrícia Bogéa
Imagens: Alexandre Cunha
Edição de imagens: Raimundo Sousa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe um comentário: